quarta-feira, 31 de dezembro de 2008

FELIZ 2009!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!


Aos meus amigos,

Desejo um ano de 2009 repleto de realizações pessoais e muita saúde pra aguentar quaisquer contratempos que possam surgir pela frente.
E, para fecharmos o ano de 2008 com tudo em cima, uma noite banhada de muito amor nos vossos corações.

Aos meus inimigos - Embora eu acho que não os tenho...

Desejo que possam viver muito para assistirem as minhas conquistas!


UM FELIZ 2009!!!!!!!!!!!!!!!!

terça-feira, 11 de novembro de 2008

EM FLOR


Malu Monte

Não sei se foi o toque da pele...
Talvez a magia do momento...
Quem sabe aquele olhar magnético?...
Terá sido o sorriso largo, sincero?...
Ou o gosto do beijo?
Será o jeito da pegada?
O modo atrapalhado de dizer "Eu Te Amo"?...
É fato que fico mexida com tudo isso!
E, numa fração de segundos...
Coração bate forte e descompassado,
O pulso pulsa acelerado,
Pernas bambas,
Boca trêmula,
E em meio à uma sensação de calor total
Vem uma atração animal
Coisa de bicho sim!...
Bicho manso, dengoso...
Mas que fique claro que não é algo morno, ensosso...
É sentimento que faz a emoção aflorar
Uma espécie de botão em flor pronto pra desabrochar.
Será que é amor?

sexta-feira, 7 de novembro de 2008

I WANT YOU KNOW WHAT LOVE IS - Letra de Música


Paul Young

I gotta take a little time
Preciso de um tempo
A little time to think things over
Um tempo pra pensar nas coisas que terminaram
I better read between the lines
É melhor eu ler nas entrelinhas
Incase I need it when I´m older
Caso eu precise disso quando for mais velho
Ohhhh
This mountain I must climb
Essa montanha eu tenho que escalar
Feels like the world upon my shoulders
Parece que o mundo está nas minhas costas
Through the clouds I see love shine
Através das nuvens eu vejo o amor brilhar
It keeps me warm as life grows colder
Me mantém aquecido enquanto a vida esfria
In my life there´s been heartache and pain
Na minha vida já tive desilusões e dor
I don´t know if I can face it again
Eu não sei se consigo encarar isso de novo
Can´t stop now
Não posso parar agora
I´ve travelled so far to change this lonely life
Viajei muito longe para mudar essa vida solitária

Chorus
I wanna know what love is
Eu quero saber o que é o amor
I want you to show me
Eu quero que você me mostre
I wanna feel what love is
Eu quero sentir o que é o amor
I know you can show me
Eu sei que você pode me mostrar

I´m gonna take a little time
Eu vou dar um tempo
A little time to look around me
Um tempo pra olhar ao meu redor
I´ve got nowhere left to hide
Não tenho aonde me esconder
Looks like love has finally found me
Parece que o amor finalmente me encontrou
In my life there´s been heartache and pain
Na minha vida já tive desilusões e dor
I don´t know if I can face it again
Não sei se consigo encarar isso de novo
Can´t stop now
Não posso parar agora
I´ve travelled so far to change this lonely life
Viajei tão longe para mudar essa vida solitária

quarta-feira, 29 de outubro de 2008

CONSELHO PARA UM TOLO CORAÇÃO (Crônica)



Malu Monte

Pra você que pensou que pessoas são feitas de pedra - O meu mais profundo pesar.

Pra você que usou e abusou do direito de consumo do próximo - Eu aviso que o próximo a partir de agora estará cada vez mais distante.

Pra você que fez da sua vida um livro com páginas vazias - Eu penso que talvez esteja na hora de acordar pra algo chamado sentimento.

Pra você que sempre viveu à margem de tudo - Eu espero que “desça do muro” e busque uma posição clara sobre os fatos.

Pra você que é insensível às dores alheias – Eu desejo que se baste o suficiente pra nunca vir a precisar do auxílio dos outros.

Pra você que está sempre caminhando por estradas tortuosas – Eu sugiro que busque um novo percurso, pois sempre haverá um caminho que nos levará ao mesmo fim.

Pra você que por não abrir mão de sua própria verdade despreza a verdade alheia – Eu lembro que “a mentira é uma verdade mal contruída”.

Pra você que vê a vida passar e sequer toma uma atitude - Eu desejo do fundo do meu coração que se levante e lute por algo que o faça crescer como ser humano.

Pra você que se vê acima de tudo e de todos ou que se recusa a descer do pedestal – Eu deixarei o sinal livre – no caso de se arrepender de tudo o que deixou de fazer – assim quem sabe possas desfrutar da minha amizade?...

domingo, 26 de outubro de 2008

ELEIÇÕES 2008


Mais uma vez o carioca provou que não sabe escolher seus dirigentes.
Meus pêsames a todos!

quinta-feira, 16 de outubro de 2008

ABSTRATO (Crônica)


Malu Monte

Não veja poemas como promessas ou verdades.
O que são senão versos recheados de fantasias;
Mas que cobertos de bom senso,
Atuam como um verdadeiro convite à imaginação.
Mas eles não falam tudo o que de fato se passa
Muito do que dizem são só viagens, frustrações...
Nem pense que tudo ali revelado é real.
Saiba, poetas inventam, constroem sonhos;
E tudo surge assim de forma muito natural.
Você mesmo, leitor, já deve tê-lo visto dizer que se a lua está lá
é por causa de você.
Com certeza poetas são mágicos!
Eles fazem com que aos nossos olhos enxerguemos perfeito algo que desejamos de coração.
No entanto, não se iluda ao pensar que poetas são a forma da perfeição.
Eu, poeta, cheia de defeitos, não os mostra por nada!...
Pois se nem eu gosto deles, quem gostará?
Poetas são como "photoshop" disfarçam as tolas imperfeições
E quando você os imagina entra em estado de êxtase total
No entanto, quem se arriscaria à criticar uma poesia ou o poeta que a escreveu?
No máximo quem as lê se abstém de comentá-las.
Devo supor um certo respeito ao imaginário alheio?
Talvez por ter a noção exata de que ao escrevê-la o poeta sonhou!...
Ah!... Mas se sonhou, sonhos serão sempre permitidos!...
E por que não?!

sexta-feira, 10 de outubro de 2008

"A MÚSICA QUE EMBALOU A MINHA VIDA"



Descobri através de um Blog amigo(WIRLEY CONTAIFER)um site em que se vê a música que fazia sucesso nas paradas da Bilboard no dia em que nascemos.
A canção KANSAS CITY - anos depois regravada pelos Beatles(por sinal a minha banda favorita)foi a música que embalou a minha vida.

Então fique à vontade para clicar na setinha e me conhecer um pouquinho mais.

PS>>>>>Para ouví-la dê pausa na música do perfil.

segunda-feira, 6 de outubro de 2008

CARA E COROA (Crônica)


Malu Monte

Quem foi que disse que pra se viver é preciso só ser feliz?
Você já se deu conta o que seriam dos masoquistas sem as suas doses de sofrimento?
E os heróis como chegariam a atingir esse status se não superassem uma grande dificuldade que o fizessem sofrer?
Já pensou que se não houvessem dramas não teríamos tido o privilégio de conhecer os belos textos de Shakespeare?
Casais não saberiam o que é o amor pois se ele é um misto sentimento de alegria e dor...
Talvez você não tenha atentado, mas que tédio seria o mundo se fosse tudo divino, lindo e maravilhoso como as letras de Caetano Veloso!
Eu prefiro pensar que o melhor é que a tristeza exista - mesmo que longe de mim - pois acabo de lembrar-me da sapiência de Lulu Santos ao dizer: "...Não existiria luz se não fosse a escuridão..."
Ah! Como eu iria curtir essa bela canção?
E os poetas? Você já se deu conta de como eles fariam pra buscar inspiração para poesias de sofrimento e beleza se não houvesse a tristeza?
Então isso só nos faz constatar um quê: Ambas caminham lado a lado e uma precisa da outra pra sobreviver.
Por isso, esteja atento meu caro leitor, à partir de hoje, repense suas tristezas e faça como diz aquele velho ditado popular: "Se a vida te der um limão faça com ele uma boa limonada."
Seja feliz!

quinta-feira, 25 de setembro de 2008

S.O.S. RIO (Letra de música)


Malu Monte

Não vejo mais o noticiário na tv
Bancos não são mais assaltados
O morro não é mais vasculhado
A PM não entra lá e, pra quê?
Blitz nem é preciso fazer
Os carros estão liberados nas estradas


REFRÃO
Mas, onde estou? Onde estou?
Na ilha da fantasia!
Será? Será?
É... Vc já comprou sua beca hoje?


Não me perguntam mais: De onde vim?
Pra onde vou? Quem sou?
Meus vizinhos me dão Bom Dia!
Pedem licença pra passar na condução
Me dão o lugar para sentar sem nenhuma condição


REFRÃO
Mas, onde estou? Onde estou?
Na Ilha da Fantasia!
Será? Será?
É... Vc já beijou seu filho hoje?


Falando em filho,
As maternidades estão cheias
O atendimento impecável
tem leito para todos, inacreditável !


REFRÃO
Mas, que lugar é esse, cidadão?
É a Ilha da Fantasia!
Será? Será?
Pra que plano de saúde? É de graça é só ir lá!


Tem escola para todos
Asfalto e condução
Não precisa se preocupar com a hora
O perigo não ronda lá fora!
Pra que preocupação?
Não ouço mais a bala pipocar
Carro blindado vai encalhar


REFRÃO
Mas, diga aí, cidadão: Onde estou? Onde Estou?
Na Ilha da Fantasia!
Será? Será?
O crime acabou e a bandidagem se aposentou!


Não se ouve as sirenes da polícia
Não se escuta o soar da ambulância
Mas quanta ignorância!...
Será que vc não percebeu?
Esse é o governo que vc elegeu!


REFRÃO
Mas, diga aí meu rapaz: Onde estou? Onde estou?
Na Ilha da Fantasia!
Será? Será?
É...E seu voto agora é importante, sabia?


E aí, quem é o cidadão de terno e gravata?
Que fala em acabar com o pedágio
Tá me achando com cara de otário!
Olha, ele tem uma criancinha no colo!
Aperta a mão do pobre!
Beija a mão da favelada!
E ainda diz: Eu preciso do teu voto!


REFRÃO
Mas, diga aí meu rapaz: Onde estou? Onde estou?
Na Ilha da Fantasia!
Será? Será?
Será? Será?


PS:Ao final toca o Hino da Cidade Maravilhosa.

segunda-feira, 15 de setembro de 2008

APPROACH


















Malu Monte

Não se vá, ainda é cedo!
Pra que pressa de ir se não tens nada a fazer?!
Vem pra cá, chegue mais perto, vamos flertar!...
Ouça a música que rola
Ela é toda sua
Parece feita pra você
Fala desse brilho nos teus olhos
Fala do teu sorriso lindo
Viu só? Não falei que era a tua cara?
Então chega mais!...
Fica abraçadinho comigo, vamos namorar um pouquinho?
Tá tão frio lá fora e a noite já chegou com a lua brilhando sobre nossas cabeças
Não é pra qualquer um!...
É pra mim e pra vc esse brilho que ela traz.
Vem aqui, preste atenção!
O que você acha de tomar mais um gole de mim?
Será que nem assim eu te convencerei a ficar um pouco mais?
Tenho tanto carinho guardado pra te dar
Você não quer provar?
Outros o querem mas eu não dou.
Aproveite, ele é só seu!
Então... Chegue mais perto, não temos tempo a perder!
Pensar pra quê?!

sábado, 13 de setembro de 2008

EU E A LUA


























Malu Monte

Fiz um pacto de amor com a lua.
Sou notívaga e inspiro-me do brilho que ela me dá;
Quando ela aparece os meus fantasmas se vão;
Ergo-me com a altivez de uma fêmea segura e poderosa;
Fortaleço-me ao captar sua energia;
A alegria toma conta de mim e visto-me de prata;
Brilho não me falta;
Quando a lua está lá.

A amiga lua me escuta quando afogo um pranto
Ela me faz dura como rocha quando preciso domar meu coração
Sua beleza motiva-me a escrever
Olho pro céu e contemplo toda aquela visão
Sua grandeza sutil me dá prazer
Quando a lua lá está.

Sinto-me ser por ela observada e acompanhada ainda que pareça estática e distante
Discreta e ao mesmo tempo exuberante
Sua aparência passa-me magia e beleza
Como uma charmosa mulher que ao chegar de mansinho
atrai atenção por sua inteligente sutileza
Quando a lua está lá.

Seu brilho natural não precisa de flash
Ao chegar não necessita anúncios nem manchetes de jornal
Posto que em sua aparição ela triunfa de forma bela e natural
Contudo, não a temo - ela não fará mal algum nem a mim, nem a ti
Pelo contrário, dela tirarei tudo o que preciso for
E viveremos cada segundo dessas noites iluminadas de amor
Quando a lua estiver por aqui.

Talvez todos desconheçam o nosso acordo
Mas ele nunca terá prazos de validade estipulados
E poderá pra todo o sempre durar...
Pelo infinito, se assim o desejar...
E no céu, continuará a assinar seu nome: "Lua dos Namorados"
Enquando for lua e estiver por lá.

quarta-feira, 20 de agosto de 2008

PESCADOR DE ILUSÕES


Malu Monte

Quem sois então, senão um eterno sonhador!?...
Tu que sempre ao estar diante de coisas inexplicáveis busca tirar sempre a pureza, ainda que, obscuras elas te tragam dor.
Vês por detrás de lentes límpidas, tão cristalinas que só enxergas beleza até nas coisas que à luz do outro pareça sem valor.
Tens a grandeza entranhada na alma como as abelhas ao tecerem suas colmeias.
És nobre!... Talvez quem sabe carregues sangue azul nas veias?
Oh! Infinito ser que veio aqui com grandes missões mesmo que distríbuidas em pequenas doses...
Cidadão do bem, jamais se abate diante de algo que a princípio pareça incorrigível.
O mal em ti não tem lugar a habitar.
Desfrutas da aura do amor de todos que o rodeiam pois eles sabem que em ti podem se sustentar.
Feito de fibra retirada de madeira de lei és a própria fortaleza em pessoa.
Diante de ti a maldade se esvai quando teu grito ecoa.
Sempre em busca do inapalpável, o inatingível
Tentas a todo custo transformar sonho em realidade
Quando queres sanar a dor daquele que clama por piedade.
Quem de ti precisa sabe que aí tem um "Ser luz" que acalenta corações.
A bem da verdade não passas de um poeta;
Ser humano da melhor qualidade;
Aquele a quem eu denomino: "Pescador de Ilusões".

EU TE AMO


Malu Monte

Digo que te amo porque te amo!
Digo que te amo porque não consigo viver sem a tua presença.
Digo que te amo porque ao deitar-me sinto falta da tua respiração ao meu lado.
Digo que te amo porque não consigo ficar sem o beijo teu.
Digo que te amo porque meu corpo clama pelo amor que ainda é meu.
Digo que te amo porque és o homem que eu tanto pedi e consegui.
Digo que te amo, porque te amo e daí?

sexta-feira, 15 de agosto de 2008

HEI !...
















Malu Monte

Hei, você!
Busque ideias;
Seja criativo.
O tempo passa, mas você não precisa passar...
Marque presença na vida.
Não há tempo a perder.
Corra, tente alcançar o sol que está em você.
Seja autêntico e único;
Acorda pra vida.
Não importa o que haja,
Faça acontecer!

terça-feira, 12 de agosto de 2008

"PRÊMIO BRILHANTE WEBLOG"



Com muto orgulho recebo este Selo do Blog parceiro:

http://valterpoeta.blogspot.com do amigo Valter Poeta.


Agradeço e me sinto muito honrada com tal reconhecimento que muito me servirá de estímulo para continuar a escrever meus textos.
Desde já, comunico que o dividirei com o Blog: "Campos de Ouro"(Puerta Del Sol) - Pura Poesia, do poeta Rob Azevedo, por também achá-lo merecedor de tal prêmio.

"O prêmio Brigth Webblog é atribuido a sites ou blogs que se destacam na blogsfera."

segunda-feira, 11 de agosto de 2008

MENSAGEM


Malu Monte

A todos os meus amigos que já tiveram o privilégio de sentir o real significado da palavra "PAI" o meu mais profundo respeito.

Feliz DIA DOS PAIS!!!!!!!!!

EU POSSO, EU FAREI!


Malu Monte

Ontem percebi que o silêncio se fez presente;
Que já não importa o tamanho da minha dor, ela será só minha;
Que tudo o que planejei foi pelo ralo antes mesmo que eu tentasse pô-lo em prática;
Mas, de que adiantariam palavras se o palpitar do meu coração fala mais alto?
Se as decepções, os descasos, as tristezas, sentimentos negativos que não combinam comigo estão a me rondar?
No entanto, me conheço bem o suficiente para não permitir que eles façam moradia em mim.
É certo que a alegria que carrego comigo é maior e cultivada com muito amor
Tenho total confiança de que ela detonará com tudo isso;
E só eu sei a extensão desse sentimento para exterminá-lo antes mesmo que ele tome formas.
Portanto, prometo ser guerreira e não me entregar tão fácil assim...
Afinal, enquanto houver alegria de viver no meu coração,
Serei capaz de criar um antídoto para aniquilar qualquer mal que tente perpetuar essa sensação.

QUANDO ME VI MULHER


Malu Monte

Quando me vi mulher
Senti que ali me despedia da menina
E encontrava-me numa desconhecida pessoa
E que novas sensações tomavam conta de mim

Quando me vi mulher
Percebi que ferira uma jura que havia feito
Por um pecado ,embora novo, pra mim tentador
Aquilo que chamam pelo nome de "O primeiro amor"

Quando me vi mulher
Jurei pra mim mesma não mais provar desse veneno
Mas o prazer me tentou e lá me vi a pecar novamente
Nos mesmos lençóis em que tu me levaras da outra vez

Quando me vi mulher
Percebi que tinha beleza em mim
Que o patinho feio era um belo cisne
E que o espelho havia me mostrado o quão bela eu poderia ser

Quando me vi mulher
Pedi aos céus que tu nunca mais me deixasse
Pois achava que fosses o meu príncipe encantado
Mas dei-me conta de que não passavas de um sapo

Quando me vi mulher
Não imaginava que um dia pudesse conhecer alguém
Que além de mulher me transformaria em rainha
Que meu lar seria o castelo no qual eu reinaria

Quando me vi mulher
Não pensei que fosse descobrir um amor assim
Tão perfeito de um jeito que faz qualquer fêmea
Sentir-se valorizada em sua plenitude

Quando me vi mulher
Senti-me a dona de um poderoso império
Cujo imperador fez-me conhecer o valor
E o real significado da palavra amor.



REDAÇÃO VENCEDORA DO CONCURSO UNESCO


REDAÇÃO DE ESTUDANTE CARIOCA VENCE CONCURSO DA UNESCO COM 50.000 PARTICIPANTES



Tema:'Como vencer a pobreza e a desigualdade'

Por Clarice Zeitel Vianna Silva

UFRJ - Universidade Federal do Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - RJ

'PÁTRIA MADRASTA VIL'
Onde já se viu tanto excesso de falta? Abundância de inexistência... Exagero de escassez... Contraditórios?? Então aí está! O novo nome do nosso país! Não pode haver sinônimo melhor para BRASIL.
Porque o Brasil nada mais é do que o excesso de falta de caráter, a abundância de inexistência de solidariedade, o exagero de escassez de responsabilidade.
O Brasil nada mais é do que uma combinação mal engendrada - e friamente sistematizada - de contradições.
Há quem diga que 'dos filhos deste solo és mãe gentil.', mas eu digo que não é gentil e, muito menos, mãe. Pela definição que eu conheço de MÃE, o Brasil está mais para madrasta vil.
A minha mãe não 'tapa o sol com a peneira'. Não me daria, por exemplo, um lugar na universidade sem ter-me dado uma bela formação básica.
E mesmo há 200 anos atrás não me aboliria da escravidão se soubesse que me restaria a liberdade apenas para morrer de fome. Porque a minha mãe não iria querer me enganar, iludir. Ela me daria um verdadeiro PACote que fosse efetivo na resolução do problema, e que contivesse educação + liberdade + igualdade. Ela sabe que de nada me adianta ter educação pela metade, ou tê-la aprisionada pela falta de oportunidade, pela falta de escolha, acorrentada pela minha voz-nada-ativa. A minha mãe sabe que eu só vou crescer se a minha educação gerar liberdade e esta, por fim, igualdade. Uma segue a outra... Sem nenhuma contradição!
É disso que o Brasil precisa: mudanças estruturais, revolucionárias, que quebrem esse sistema-esquema social montado; mudanças que não sejam hipócritas, mudanças que transformem!
A mudança que nada muda é só mais uma contradição. Os governantes (às vezes) dão uns peixinhos, mas não ensinam a pescar. E a educação libertadora entra aí. O povo está tão paralisado pela ignorância que não sabe a que tem direito. Não aprendeu o que é ser cidadão.
Porém, ainda nos falta um fator fundamental para o alcance da igualdade: nossa participação efetiva; as mudanças dentro do corpo burocrático do Estado não modificam a estrutura. As classes média e alta - tão confortavelmente situadas na pirâmide social - terão que fazer mais do que reclamar (o que só serve mesmo para aliviar nossa culpa)... Mas estão elas preparadas para isso?
Eu acredito profundamente que só uma revolução estrutural, feita de dentro pra fora e que não exclua nada nem ninguém de seus efeitos, possa acabar com a pobreza e desigualdade no Brasil.
Afinal, de que serve um governo que não administra? De que serve uma mãe que não afaga? E, finalmente, de que serve um Homem que não se posiciona?
Talvez o sentido de nossa própria existência esteja ligado, justamente, a um posicionamento perante o mundo como um todo. Sem egoísmo. Cada um por todos...
Algumas perguntas, quando auto-indagadas, se tornam elucidativas. Pergunte-se: quero ser pobre no Brasil? Filho de uma mãe gentil ou de uma madrasta vil? Ser tratado como cidadão ou excluído? Como gente... Ou como bicho?
Premiada pela UNESCO, Clarice Zeitel, de 26 anos, estudante que termina faculdade de direito da UFRJ em julho, concorreu com outros 50 mil estudantes universitários.
Ela acaba de voltar de Paris, onde recebeu um prêmio da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) por uma redação sobre 'Como vencer a pobreza e a desigualdade'.



A redação de Clarice intitulada `Pátria Madrasta Vil´ foi incluída num livro, com outros cem textos selecionados no concurso. A publicação está disponível no site da Biblioteca Virtual da Unesco.

segunda-feira, 4 de agosto de 2008

RECEITA PARA VIVER MELHOR


(Malu Monte)

Flutue por entre nuvens quando ouvires uma bela canção
Uma energia boa tu sentirás
Como se os problemas não existissem mais
Viajarás por campos floridos
Na companhia de pássaros a cantar
Sentirás os teus cabelos voarem ao vento
Como se montasses num belo cavalo árabe a percorrer a relva molhada
A Vestir vestes brancas, leves e transparentes
Seguido pelo brilho do sol refletido nas águas do riacho por onde passas
Borboletas azuis irão te receber com alegria
E tu ouvirás ao fundo aquela canção a tocar
É como uma boa sensação de não haver tristeza no mundo
Sei que é surreal mas é exatamente assim que irás sentir
Quem sabe esta não seja uma receita para todos os males?
Ligar-se o som e pôr-se uma bela canção!...
Então faça assim:
Feche bem os teus olhos e deixe que a música penetre em tua alma
Agora irás sentir-se leve, livre e feliz
Deixe que a sensação de paz invada teu corpo por inteiro
Crie um slogan que mais pareça com os de propagandas de companhias aéreas:
"Viaje bem, viaje com a música"

segunda-feira, 28 de julho de 2008

EU VI UM MENINO


(Malu Monte)

Eu vi um menino
De olhos sem o brilho da juventude
Na pele rachaduras do tempo
As quais chamamos de rugas
Aquelas que alguns poetas em seus versos mostram se orgulhar
E, no entanto, homens e mulheres tentam a grande custo se livrar

Esse menino que me implorava colo
Cresceu e não se deu conta disso
Ao sofrer nem percebeu o que realmente é viver
Sobreviveu e amadureceu num mundo lindo que nunca chegou a ver

Eu revi esse menino...
De cabelos brancos mas ainda com sorriso puro de criança
Sentado em sua cama de jornal e vestido com seus trajes encardidos
Ele comia das migalhas que os outros lhe davam
Pisava no chão em que muitos cospiam
Mas que olhava-me como quem reconhecia alguém que outrora lhe dera um afago

Hoje, suas mãos já calejadas por um tempo
Em que pensava do trabalho adquirir o sustento
Fez-se um verdadeiro equilibrista na corda bamba da vida
Passeia por entre a bala perdida
Caminha anônimo em meio à multidão que por ele passa
Covarde aos olhos dos outros, no entanto, não tem medo de nada

Guerreiro valente por força da natureza
Aquele menino ainda ri da tristeza
Dribla o sofrimento com a esperança
De que a cada virada de esquina
Dará a volta por cima
Tal e qual pensava quando criança.


*Texto inspirado no personagem "O Mendigo"- programa "A Praça é Nossa" falecido recentemente e em todos os mendigos que estão espalhados por este grande Brasil.

CARA DE NÃO SEI O QUÊ


(Malu Monte)


Hoje eu acordei com “Cara de não sei o quê”
Tentei ouvir a voz do meu coração e ela estava muda
Busquei uma resposta dentro de mim e não obtive explicação

Isso acontece e não sei como falar
Mas às vezes tem dia que parece noite
Você se encara e logo pensa: _ Quem é esta pessoa que está a me olhar?

Pode parecer estranho, mas é quase como querer e não saber o quê
Viver e não saber pra quê
Fugir e não saber de quem

Ter saudade de algo que não viveu
Vontade de ir sem saber pra onde
Sentir frio num sol de 40º


É ter fome mesmo sem se estar com apetite
Olhar um cardápio sem saber o que escolher
Provar algo sem distinguir o seu sabor

Enxergar a vida toda em preto e branco
Entrar numa loja e não entender o que está a fazer por ali
Ah!...Deixa de história e põe essa cabeça pra pensar...

Vai dizer que nunca se sentiu assim?...
Com certeza você já ouviu falar em cara disso, daquilo ou de trelelê!...
Pois então...Definitivamente, hoje eu acordei com “Cara de não sei o quê”.

segunda-feira, 30 de junho de 2008

MOMENTO DE REFLEXÃO:



A CARROÇA

- Estou ouvindo um barulho de carroça.

- Isso mesmo! - Disse meu pai - É uma carroça vazia.

Perguntei ao meu pai:

- Como pode saber que a carroça está vazia se ainda não a vimos?

- Ora!... - respondeu meu pai - É muito fácil saber quando uma carroça está vazia
por causa do barulho. Quanto mais vazia a carroça maior é o barulho que ela faz.

Tornei-me adulto e, até hoje, quando vejo uma pessoa falando demais, gritando (no sentido de intimidar), tratando o próximo com grosseria, prepotência, interrompendo a conversa de todo mundo e, querendo demonstrar que é a dona da razão e da verdade absoluta, tenho a impressão de ouvir a voz do meu pai que dizia:

"Quanto mais vazia a carroça mais barulho ela faz..."


PS:(Desconheço a autoria do texto acima. Caso alguém saiba, por favor, avise-me).

quarta-feira, 25 de junho de 2008

HOMENAGEM À PARIS



(Malu Monte)

Ruas longas e caminho a passos largos
A chuva que cai molha o meu rosto
Lava a minha alma

Não acredito que esteja a viver aquilo
Carros passam por mim e nem me dou conta
Gente a me olhar como se estranha eu fosse
Será?

Buzinas, sirenes, choro de criança ao longe
Ambulantes a dizer: Bonjour, Madame!
Não sei como explicar, mas gosto disso!
Gosto até do que não gostava antes...

Do frio que bate no meu rosto
De caminhar pelas ruas à toa
Arranjar tempo pra ouvir o músico de rua tocar
Observar pessoas que ficam deitadas na grama a relaxar
Mas que magia esta cidade emana sobre mim?

Relaxo e presto atenção em cada folha que cai
Naquele verde tão verde que não sei explicar
De como pode haver aquele azul no céu?
No pássaro que me saúda ao cantar na janela do meu quarto no hotel
Os raios do sol refletidos na água do chafariz

Oh! Como eu quero dividir a minha alegria com quem amo!...
Então como faço pra que não me entendam mal e não me vejam como esnobe?
Quero apenas compartilhar essa felicidade nobre
Ao mostrar como uma cidade pode a alma renovar.

JOGO DE SEDUÇÃO


(Malu Monte)

Ele chega de mansinho
Me faz um carinho e depois se vai
Não diz o porquê
Se afasta de mim
E não volta mais

Mas se alguém se aproxima
Quando menos espero
Ele volta sorrateiro
Mais do que ligeiro
Retoma o seu lugar

É como se pra ele
Eu seja um troféu na estante
Que ele gosta de contemplar

Ou quem sabe uma maçã
Fruto do pecado
Que ele morde pra sua marca deixar

Não sei se isso tudo é medo de perder
Ou é pra se auto-afirmar
Confesso que às vezes não sei como lidar
E me pergunto: -Por quê será?

Fico de mal comigo por não tomar uma decisão
É como se eu quase ganhasse a partida mas quando me dou conta
Ele a vence e ainda faz canastra real no meu coração.

terça-feira, 13 de maio de 2008

O OUTRO LADO DO SER


(Malu Monte)

Estou de bem com as tempestades;
As marés altas;
Os vendavais.

Raios que rasgam o céu;
Relâmpagos que clareiam as noites;
E formam um lindo véu.

O Relâmpago me fascina, ele prevê com certeza coisa que está por vir.
Estou de bem com tudo que tenha energia forte;
Que me aguce o prazer
Que me faça sentir o que é viver.

quarta-feira, 30 de abril de 2008

JARDIM SECRETO


(Malu Monte)

Quero provar-te
Quero amar-te
Explorar-te em cada parte do corpo
Dar-te um beijo apaixonado
Apaixonar-me
Apaixonar-te
Descortinar-me por inteiro
E no ápice desse devaneio
Deleitar-me de prazer
ao beber todo o néctar que existir.
Sim, teu gozo provarei
ao deixar minha língua repousar em ti.
E ao sentir o percorrer de tuas mãos pelo meu ventre
e o calor dos dedos teus ao invadirem meu jardim secreto
Me deixarei queimar nas larvas do vulcão que emana no auge de todo esse furor
Mas quando eu perceber que nesta troca não posso mais comigo
Direi apenas: Até algum dia meu eterno amor!

quinta-feira, 3 de abril de 2008

ANJO NEGRO


(Malu Monte)

E se eu te contar que não pequei tudo o que queria?
Bastava-me sair do meu corpo e viver coisas ainda não vividas
Fazer da minha vida um experimento das minhas fantasias
Pôr em prática os mais loucos pensamentos
Digamos que eu tenha entrado em coma durante anos
Talvez agora eu tenha acordado pra recuperar o tempo perdido
Será que foi isso que aconteceu comigo?
Trilhei por estradas em que eu não me reconheci
Mesmo assim não temo nada que possa me castigar
Quis agradar a todos e nem pensei se era bom pra mim
Se vou ser anjo negro ficarei no negativo,
Afinal, colhi um saldo credor que ainda nem aproveitei...
Ah! Isso é coisa pra se ver mais adiante,
Juro que ainda nem pensei...
Do que me adianta estar viva e não viver o "presente" da vida que me foi dada
Como gozar do sangue que corre em minhas veias se nem o tenho sentido mais?
Loucos todos somos nesse mundo em que cada um tem a sua própria lucidez transformada em loucura
Pois bem, eu vou viver do meu modo
Quem não gostar que entre na fila pra reclamar
Sei que todos vão me criticar por conta de tudo que eu falei aqui
Mas como dizia o poeta: Que eu seja maluca, mas com certeza "maluca beleza"
Senhor, perdoe-me pelos pecados que não cometi
Aceite-me como sou e não como queres que eu seja!


quinta-feira, 20 de março de 2008

MINHA MENSAGEM A VOCÊS:


(Malu Monte)

Algumas pessoas me dizem que não aparento a idade que tenho.
Embora eu não me preocupe muito com essas coisas pois sei que serei eternamente jovem - pelo menos no espírito (risos) - Tenho algumas dicas a dar pra quem as quiser:

Esqueçam os cremes e cosméticos miraculosos - Só servem pra nos fazerem ficarmos mais frustrados(as); Kakakaka...

Lipos(eu já fiz)rsrs- Só dão uma melhorada no visual mas não são a cura da velhice;

Sejam felizes! Valorizem o que de melhor lhes acontecer! Penso que o que faz com que as pessoas se tornem amargas é essa preocupação absuuuuuurda em não ficarem velhas...

Não percam a criança que mora dentro de vcs - Não a deixe ir pois se isso acontecer ela não retornará!

Por último, vivam com toda a intensidade, afinal, A VIDA É O NOSSO MAIOR PRESENTE!

Tenham uma SUPER PÁSCOA!

segunda-feira, 10 de março de 2008

CATIVA-ME


(Malu Monte)

Venha pra perto de mim
Dê-me o prazer da tua companhia
Vamos voar mesmo com os pés fincados ao chão?
Sonhar com o paraíso
Atingir o nirvana!

Quero tê-lo sempre ao meu lado
Sonhar todos os sonhos impossíveis
Mas será que com vc teria algo que não poderia fazer?
Acho que em sua companhia eu faria todas as loucuras do mundo!

Lembra quando éramos jovens demais pra tentar?
Quando nos diziam que éramos incapazes?
Pois então, cativa-me e vamos nos provar!
Provar pra todos que somos capazes de construir algo juntos

Eu tenho tantos planos pra nós dois...
Vamos viajar para um mundo imaginário
viver fantasias e transformá-las em "nossas verdades"
Que se danem os outros se não acreditarem em nós!

Brindemos ao "Era uma vez..."!
Quem sabe esta fantasia não se torne realidade?!...
Que tal fazermos uma viagem ao infinito, rumo ao planeta dos sonhos?...
Um mundo mágico onde os desejos são saciados?...
Vem, cativa-me meu amor!

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2008

MEU PAI, MEU HERÓI! (Acróstico)


(Malu Monte)

M inha vida inteira tentei te encontrar
E nesta procura me perdi num labirinto de sonhos
U m mundo de gente eu visitei e você não estava lá

P or vezes acho que passei bem perto
A inda que sem a noção
I ntegral da distância que nos separava

M uitos rostos eu olhei
E não vi você em nenhum deles
U m em um milhão era onde devias estar

H oje já cansada desta busca incessante
E u confesso que já me acostumei em passar os meus dias
R ecordando os momentos em que estavas aqui
Ó dio não guardo te ti por teres me abandonado
I sto é sentimento que já me foi expurgado pelas lágrimas que engoli.

AINDA ASSIM...(Frase)


(Malu Monte)
"Há que da dor se extrair algo de bom assim como se contemplam as rosas mesmo sabendo-se que elas possuem espinhos."

quinta-feira, 31 de janeiro de 2008

A TUA INSPIRAÇÃO


(Malu Monte)

Oh! Ser que invade os meus sonhos
Serei eu a inspiração para teus momentos de delírios?
O que esperas de mim se nem eu sei o que te ofertar?
Penso não ser digna dos olhos com os quais me vês.
Sou mulher cheia de defeitos e deles não quero me livrar
Gosto das minhas imperfeições pois elas me protegem dos males que me aflingem

Oh! Doce servo desta rainha da noite
O que fiz eu para merecê-lo entre tantas divas que habitam o teu imaginário?
Por que me convidas a fazer parte do mundo poético em que habitas?
Ele não tem lugar pra mim personagem turbulenta de um vendaval de paixões

Oh! Poeta, meu poeta venerador do amor
Deita-te nos braços daquela que te dá a calma e o aconchego de que tanto precisas
Deixe amparar-se por meio da doçura e dos carinhos que ela te ofertar
De mim nunca os terá posto que sou dura como rocha e dela tiro a fortaleza pra me sustentar

Oh! Mestre da alma feminina
Serás tu o lado oculto reprimido pelo machismo de muitos?
Tuas palavras o leva ao âmago das fêmeas que clamam por ti
És o criador de mapas que conduzem a caminhos tortuosos onde se escondem tesouros a descobrir.

Oh! Anjo bom linda criatura
Faz da tua criação um traçado que o intua a alguém mais real
Não deixe que a tua obra fique inacabada por não ter um nome merecido para dedicá-la.
Construa algo que chegue próximo de um sentido real.
Permita-se assiná-la.

quarta-feira, 30 de janeiro de 2008

PERDOA-ME


(Malu Monte)

Perdoa-me, pelas horas que te faltei
Pelo carinho que não te dei
Se lhe causei alguma dor
Por parecer insensível
Por não estar ali quando você tanto precisou
Pelo beijo que não permiti que me roubasse
Ou, quem sabe, por aquele que não te ofereci
Pelas noites que não passei ao seu lado
É...Talvez vc não tenha se dado conta
Mas cada um tem o seu jeito próprio de amar
E o meu silêncio não deve tê-lo feito pensar
Existe um vazio a preencher
Mas isso não tem nada a ver
porque eu posso até não saber demonstrá-lo
E você pensa ser egoísmo meu em não compartilhá-lo
Mas o meu amor está lá,o sentimento é forte e habita dentro de mim.
Perdoa-me, por te querer do meu jeito,assim!

quinta-feira, 24 de janeiro de 2008

PLANO B (Letra de música)


(Malu Monte)

Foi assim... quase de repente
Ao ver vc ali parada à minha frente
Subiu a adrenalina
Lance de emoção
Pintou um clima quente
Pura sedução

Então um certo dia eu pude perceber
Que o lance com vc era um plano B

Eu quis saltar de banda
Só que não deu mais
Pois vc não entendeu
e eu perdi a paz!

Tá tudo acabado
Não quero assumir
de ser teu namorado
Eu já te descurti
Vai ser melhor assim, tente entender
Vc seria pra mim só um Plano B

Não entra nessa, menina, de cartada final
Você quer dar o troco e contar pra geral
Desse teu jogo sujo saberei me livrar
Talvez vc não aprenda mas eu vou te mostrar

REFRÃO
Tá pensando menina que vc já ganhou
Ou que eu seja escravo do teu jogo
Sem essa de chantagem pq eu não te quis
Segura a tua onda abaixa esse nariz
Nem tente fazer algo para me enlouquecer
Vc será pra sempre só um Plano B

Só um plano B... Iê Iê
Só um plano B.
Ah Menina...Só um Plano B...