quarta-feira, 30 de janeiro de 2008

PERDOA-ME


(Malu Monte)

Perdoa-me, pelas horas que te faltei
Pelo carinho que não te dei
Se lhe causei alguma dor
Por parecer insensível
Por não estar ali quando você tanto precisou
Pelo beijo que não permiti que me roubasse
Ou, quem sabe, por aquele que não te ofereci
Pelas noites que não passei ao seu lado
É...Talvez vc não tenha se dado conta
Mas cada um tem o seu jeito próprio de amar
E o meu silêncio não deve tê-lo feito pensar
Existe um vazio a preencher
Mas isso não tem nada a ver
porque eu posso até não saber demonstrá-lo
E você pensa ser egoísmo meu em não compartilhá-lo
Mas o meu amor está lá,o sentimento é forte e habita dentro de mim.
Perdoa-me, por te querer do meu jeito,assim!

Um comentário:

BLOG DO POETA disse...

Malu,

Gostei muito do Poema, adicionei no seu tópico na Sociedade Amigos do Poeta, parabéns, bjs

Valter Montani