quinta-feira, 31 de janeiro de 2008

A TUA INSPIRAÇÃO


(Malu Monte)

Oh! Ser que invade os meus sonhos
Serei eu a inspiração para teus momentos de delírios?
O que esperas de mim se nem eu sei o que te ofertar?
Penso não ser digna dos olhos com os quais me vês.
Sou mulher cheia de defeitos e deles não quero me livrar
Gosto das minhas imperfeições pois elas me protegem dos males que me aflingem

Oh! Doce servo desta rainha da noite
O que fiz eu para merecê-lo entre tantas divas que habitam o teu imaginário?
Por que me convidas a fazer parte do mundo poético em que habitas?
Ele não tem lugar pra mim personagem turbulenta de um vendaval de paixões

Oh! Poeta, meu poeta venerador do amor
Deita-te nos braços daquela que te dá a calma e o aconchego de que tanto precisas
Deixe amparar-se por meio da doçura e dos carinhos que ela te ofertar
De mim nunca os terá posto que sou dura como rocha e dela tiro a fortaleza pra me sustentar

Oh! Mestre da alma feminina
Serás tu o lado oculto reprimido pelo machismo de muitos?
Tuas palavras o leva ao âmago das fêmeas que clamam por ti
És o criador de mapas que conduzem a caminhos tortuosos onde se escondem tesouros a descobrir.

Oh! Anjo bom linda criatura
Faz da tua criação um traçado que o intua a alguém mais real
Não deixe que a tua obra fique inacabada por não ter um nome merecido para dedicá-la.
Construa algo que chegue próximo de um sentido real.
Permita-se assiná-la.

quarta-feira, 30 de janeiro de 2008

PERDOA-ME


(Malu Monte)

Perdoa-me, pelas horas que te faltei
Pelo carinho que não te dei
Se lhe causei alguma dor
Por parecer insensível
Por não estar ali quando você tanto precisou
Pelo beijo que não permiti que me roubasse
Ou, quem sabe, por aquele que não te ofereci
Pelas noites que não passei ao seu lado
É...Talvez vc não tenha se dado conta
Mas cada um tem o seu jeito próprio de amar
E o meu silêncio não deve tê-lo feito pensar
Existe um vazio a preencher
Mas isso não tem nada a ver
porque eu posso até não saber demonstrá-lo
E você pensa ser egoísmo meu em não compartilhá-lo
Mas o meu amor está lá,o sentimento é forte e habita dentro de mim.
Perdoa-me, por te querer do meu jeito,assim!

quinta-feira, 24 de janeiro de 2008

PLANO B (Letra de música)


(Malu Monte)

Foi assim... quase de repente
Ao ver vc ali parada à minha frente
Subiu a adrenalina
Lance de emoção
Pintou um clima quente
Pura sedução

Então um certo dia eu pude perceber
Que o lance com vc era um plano B

Eu quis saltar de banda
Só que não deu mais
Pois vc não entendeu
e eu perdi a paz!

Tá tudo acabado
Não quero assumir
de ser teu namorado
Eu já te descurti
Vai ser melhor assim, tente entender
Vc seria pra mim só um Plano B

Não entra nessa, menina, de cartada final
Você quer dar o troco e contar pra geral
Desse teu jogo sujo saberei me livrar
Talvez vc não aprenda mas eu vou te mostrar

REFRÃO
Tá pensando menina que vc já ganhou
Ou que eu seja escravo do teu jogo
Sem essa de chantagem pq eu não te quis
Segura a tua onda abaixa esse nariz
Nem tente fazer algo para me enlouquecer
Vc será pra sempre só um Plano B

Só um plano B... Iê Iê
Só um plano B.
Ah Menina...Só um Plano B...