segunda-feira, 6 de outubro de 2008

CARA E COROA (Crônica)


Malu Monte

Quem foi que disse que pra se viver é preciso só ser feliz?
Você já se deu conta o que seriam dos masoquistas sem as suas doses de sofrimento?
E os heróis como chegariam a atingir esse status se não superassem uma grande dificuldade que o fizessem sofrer?
Já pensou que se não houvessem dramas não teríamos tido o privilégio de conhecer os belos textos de Shakespeare?
Casais não saberiam o que é o amor pois se ele é um misto sentimento de alegria e dor...
Talvez você não tenha atentado, mas que tédio seria o mundo se fosse tudo divino, lindo e maravilhoso como as letras de Caetano Veloso!
Eu prefiro pensar que o melhor é que a tristeza exista - mesmo que longe de mim - pois acabo de lembrar-me da sapiência de Lulu Santos ao dizer: "...Não existiria luz se não fosse a escuridão..."
Ah! Como eu iria curtir essa bela canção?
E os poetas? Você já se deu conta de como eles fariam pra buscar inspiração para poesias de sofrimento e beleza se não houvesse a tristeza?
Então isso só nos faz constatar um quê: Ambas caminham lado a lado e uma precisa da outra pra sobreviver.
Por isso, esteja atento meu caro leitor, à partir de hoje, repense suas tristezas e faça como diz aquele velho ditado popular: "Se a vida te der um limão faça com ele uma boa limonada."
Seja feliz!

2 comentários:

Anônimo disse...

Tenho certeza que muita gente concorda com esse texto... até pq estamos aqui nesse plano para passarmos por transformações e evoluir-mos, e como iriamos evoluir se não fossem os avessos da vida?!
Maluzinha vc foi perfeita em suas definições. Parabéns pelo lindo texto e grande lição de vida.

Ambiente Book disse...

Ok, Pode deixar que vou tirar grandes a proveitos das horas tristes e transformar em ferramentas sólidas para o futuro.

Sem dúvida Vou fazer uma Boa Limonada :)