segunda-feira, 11 de agosto de 2008

EU POSSO, EU FAREI!


Malu Monte

Ontem percebi que o silêncio se fez presente;
Que já não importa o tamanho da minha dor, ela será só minha;
Que tudo o que planejei foi pelo ralo antes mesmo que eu tentasse pô-lo em prática;
Mas, de que adiantariam palavras se o palpitar do meu coração fala mais alto?
Se as decepções, os descasos, as tristezas, sentimentos negativos que não combinam comigo estão a me rondar?
No entanto, me conheço bem o suficiente para não permitir que eles façam moradia em mim.
É certo que a alegria que carrego comigo é maior e cultivada com muito amor
Tenho total confiança de que ela detonará com tudo isso;
E só eu sei a extensão desse sentimento para exterminá-lo antes mesmo que ele tome formas.
Portanto, prometo ser guerreira e não me entregar tão fácil assim...
Afinal, enquanto houver alegria de viver no meu coração,
Serei capaz de criar um antídoto para aniquilar qualquer mal que tente perpetuar essa sensação.

Nenhum comentário: