sábado, 22 de dezembro de 2007

NÃO ESPERE (Letra de música)


(Malu Monte)

Não espere de mim declarações de amor
Não espere de mim o remédio pra sanar a tua dor
Não espere...

Eu sonho apenas com coisas que eu não sei falar
Faço minha viagem sem comprar passagem
Cuido apenas pra não manchar a minha imagem
Que é pra quando vc conseguir me enxergar

Não espere de mim desatar um laço apertado qualquer
Não espere de mim ingenuidade de mulher
Não espere...

Enquanto por esses caminhos eu percorrer
Quantos deles eu tentarei uma emoção
Vou fincar a minha flecha no teu coração
Vou buscar algo pra de vez te surpreender.

Não espere de mim palavras com algum sentido
Não espere de mim engolir o meu próprio grito
Não espere...

Eu procuro não seguir por estradas retas
O imaginário aguça mais e mais as minhas metas
Prefiro as curvas porque elas me reservam surpresas
Isso é muito bom, eu sei, é sim!... Acorda algo dentro de mim

Não espere de mim alegria quando tudo está incerto
Não espere de mim que eu te dê algum afeto
Não espere...

Eu falo as verdades que saem através da minha emoção
Com garras felinas eu as arranco do peito sem explicação
Nas telas que faço uso e abuso das cores das tintas
Sangra vermelho coração torrente de paixão!

Não espere a chuva pra poder valorizar o sol! (Falado)

2 comentários:

Amanda disse...

nossa, lindo isso! parabéns :)

Iury Madeira disse...

perfeito!