segunda-feira, 29 de outubro de 2007

O POEMA QUE EU NÃO ESCREVI


(Malu Monte)

Eu ia escrever versos tristes
Desses que fazem o coração sangrar.

Que te fazem sofrer e até chorar
Daqueles que te deixam meio assim...

Olhei-me no espelho
E um filme passou inteirinho em minha cabeça

Lembrei-me do quanto sou amada
De quantos momentos felizes já vivi

Quantas boas gargalhadas já dei
De quantas delícias da vida eu já provei

Lembrei-me das palavras de carinho que já ouvi
Dos tantos sufocos aos quais sobrevivi

Os momentos de amor dos quais deleitei-me de prazer
De como sou querida e do quanto sei querer

Dos meus carinhosos e fiéis amigos
Da alegria de não ter feito inimigos

Lembrei-me da relva molhada
As flores que brotam no jardim da minha casa

Do meu belo cão companheiro fiel
As estrelas que brilham lá no céu

Do sol a refletir seu brilho nas ondas do mar
Das poesias que fizeram só pra mim

E de todas as coisas das quais estou a fim
De tudo o que pra minha vida planejei

Do que ganhei quando fiz sem pensar em merecer.
Parei e pensei:
É, amiga, escrever coisa triste... Pra quê?

Um comentário:

POETA disse...

Malu

Seu blog está lindo, seus poemas são igualmente lindos, parabéns e continue sempre ilumindando nossas vidas com seu lindo sorriso.

bjs

Valter Poeta