sexta-feira, 23 de novembro de 2007

CARTA A UM JOVEM AMIGO


(Malu Monte)

Jovem amigo, quando deixo o meu pensamento viajar
De cada estrela que conto eu acrescento o brilho do teu olhar

Por entre inúmeras estradas eu busco uma que me leve até você
Às nossas diferenças eu sempre tento somar um porquê

Da tua juventude em forma de pequenos versos eu busco aprender
Da vida que vives eu quisera só um segundo pra poder viver

Sorriso nos lábios, que tu tanto gostas, eu hei de carregar comigo
Porque os momentos felizes que compartilhamos eu sempre irei lembrar

Você com sua doce/sábia juventude e eu com a minha alegria de viver
E mesmo que um dia nós nos afastemos por conta do destino, amigo

Por certo o meu caminho sempre encontrará um jeito de cruzar o teu
Porque estaremos sempre premeditados a ficarmos perto

Ainda que esse perto nos custe uma imensa distância física
Entre o que Deus planejou e aquilo que ele nos concedeu.

Nenhum comentário: