sexta-feira, 15 de maio de 2009

A BUNDA QUE ABUNDA


Malu Monte


Lá vem a bunda toda faceira
Rebola pra cá, rebola pra lá
Deixando um rastro de desejo por ande passa

Atrai atenção nos mais famintos
Olhar de despeito na "Maria Ninguém"
Mas e daí?... Nada se pode fazer se ela abunda a bunda que tem

E balança a bunda que abunda
No ritmo compassado do balancê
E causa frenesi em quem a vê

A bunda que abunda quando aparece
Aumenta o prazer de quem a curte
E, no carnaval, na nudez dos corpos ela surge

E essa humilde poeta apreciadora da bunda que abunda
Diz que homem ou mulher sente o coração disparar quando ela se vai
E confessa-se fascinada diante de redonda escultura

E a bunda que abunda que lá vai
Dizem que só quem a tem empinada é a mulata. Que nada!...
Hoje, a bunda que abunda é mercadoria que está em alta!

5 comentários:

Richard disse...

Gostei bastante desse seu poema, Malu, muita graça na abordagem e linguagem simples mas muito bem usada, na medida certa, me lembrou até um poema do Drummond sobre o mesmo tema.


PARABÉNS!!!


Beijãoooooo

Stein Haeger disse...

Esta alusão a fascinante e globosa saliencia reboladeira, que coloca em devaneios os instintos mais ousados do macho...'Oh, bunda! de tão linda que é, e de tão desejosa que fica, ao lembrar-me que aí se encerra o desejoso orifício que as minhas vontades de desbravamentos, multiplica...'

Anônimo disse...

Gostei Malu. Parabéns!
Haeger...
Que legal você fez um outro poema.

BjoO*

Anônimo disse...

que legal este poema malu,eo legal é que são frases bem usadas, adorei esta foto,tenho um fã clube da vivi araujo e essa foto até me lembra aquelas celebres cenas dela apagando a lousa com a musica na escolinha com a musica"rebola,rebola,rebola ai que bunda! rebola, rebola, rebola ai que bunda! desculpe a comparação,mas não liga não, adoro descontrair, muito sucesso pra você valeu!(diego becker, candiota(RS).

Anônimo disse...

que legal este poema malu,eo legal é que são frases bem usadas, adorei esta foto,tenho um fã clube da vivi araujo e essa foto até me lembra aquelas celebres cenas dela apagando a lousa com a musica na escolinha com a musica"rebola,rebola,rebola ai que bunda! rebola, rebola, rebola ai que bunda! desculpe a comparação,mas não liga não, adoro descontrair, muito sucesso pra você valeu!(diego becker, candiota(RS).