quinta-feira, 19 de fevereiro de 2009

O AMOR INCONDICIONAL (Crônica)


Malu Monte


Hoje falarei de uma frase que qualquer um já ouviu na vida pelo menos uma vez: "Dar é muito mais do que receber".
Mas, será que quem a criou pensava exatamente assim?!
E se lá no fundo isso tudo soar como pura hipocrisia utilizada apenas para a construção de uma frase de efeito?
Talvez, por outras lentes, possa ser interpretado como puro egocentrismo esperar-se ouvir do outro a expressão "Eu te amo" ao longo de uma relação afetiva...
A questão é que nunca saberemos a medida exata de onde termina a paixão e começa o amor.
Como saber-se se um indivíduo ao abrir as portas de seu coração não espera que a pessoa agraciada pela convite lhe faça uma retribuição de forma, se não igual, pelo menos próxima do que lhe é ofertada?!
Enfim, essas e outras dúvidas só pairarão sobre as cabeças pensantes e românticas daqueles que vivem a vida para a entrega do seu melhor; Daqueles que realmente não se importam em dar sem ter o que receber...Pra esses eu só poderia dizer que é menos humilhante do que o vazio sentido por aqueles que não sabem conjugar o verbo amar.
Que seja assim se tiverem a perfeita convicção de que o que querem pra si é apenas a substituição do "Eu te amo" por:

"SORRIA, VOCÊ ESTÁ NO MEU CORAÇÃO!"

2 comentários:

Valter Montani disse...

Amar alguém é como acreditar em Deus, ter fé. Não temos prova material da existência da contrapartida, mas nossa fé nos garante que seremos recompensados pela nossa dedicação.
Para se amar alguém sem medo, temos que acreditar em nosso sexto sentido, intuição pura. Se o coração mandar de verdade é ir em frente sem medo de ser feliz!

Parabéns pela sensibilidade Malu, bjs

Jorge Sader Filho disse...

Amor é troca, amor é carinho, compreensão, luta e vida juntos, aliados.
Belo tema, Malu!
Abraço.
Jorge