domingo, 16 de dezembro de 2012

QUANDO VOCÊ CHEGOU! (Arthur, o meu reizinho)

























Malu Monte

 

Ao longe já era possível ouvir-se o soar das trombetas
Como um rei que chega para tomar posse do trono
E sabe que não foi por acaso.
Sua missão é tarefa difícil - Trazer felicidade aos que o cerca
Aos ansiosos que aguardavam a chegada triunfante de seu rei
Finalmente ele diz a que veio!

Há os que ousam, sob olhares atentos, nele buscar traços em comum...
Uns gritam: - Parece o pai!
Outros: - Parece a mãe!
Bendito seja esse pequeno ser que me fez tão feliz depois de tanta espera!...
Benditos sejamos nós que poderemos gozar da sua convivência
E que contemplaremos de perto
Esses belos olhos azuis brilhantes e esse sorriso angelical!...

Meu rei, nós súditos suplicamos:
Deixai estampada em tua face a inocência
Traga-nos a beleza de uma manhã de sol
O frescor da chuva nos dias frios
Faz-nos voltar a crer na esperança por dias melhores
Devolva-nos a paz que tanto almejamos

Um comentário:

Will disse...

Lindo, lindíssimo, Malu.

Ótimo natal para você e família!