sexta-feira, 5 de novembro de 2010

É TEMPO


Malu Monte


Ah...Tempo... Tempo!...
Tempo de se dar um tempo pra si
E pras coisas que o outro quer
De se dar dois passos pra trás pra se prosseguir

Tempo de saber esperar
De por vezes aquietar-se
E ficar num cantinho a pensar
Pra que se ponha as ideias no lugar

Tempo de se firmar na vida
Erguer-se um patamar sem escorá-lo em alguém
Despedir-se de ranços passados
Renovar-se em tudo o que se tem

Tempo pra deixar a vida seguir seu curso
Sem que se tente consertar o que passou
Caminhar pela estrada da esperança
Sem desprezar cada obstáculo que se superou

E como tempo medido não vinga
Ao abaixares as velas dessa embarcação e refletir
Verás que apesar de o vento a impulsionar
Esse leme só você poderá conduzir.

2 comentários:

SARASWATTI disse...

Às vezes, eu acho que o Deus mais poderoso de todos é o Deus Cronos porque o tempo é implacável!

Ana Kalil disse...

Olá Malu!
Lindo seu blog! Gostei muito desta poeisa, também adoro escrever sobre o tempo...como nós poderíamos aproveitar o tempo a nosso favor, ao invés de deixá-lo passar rápido, à mercê da vida...

Belo post!

Beijos e ótimo final de semana!